Novidades e lançamentos Netflix da semana (13/11 – 19/11)

Mais uma semaninha de coisas boas na Netflix.Tem originais, clássicos e séries atualizadas.

A grande novidade da semana não pode ser outra que não a estreia da 1ª temporada do original Marvel – O Justiceiro. A série é indicada para quem tem ranço com aquelas séries e filmes onde o super-herói é o bom samaritano que ajuda todo mundo e não pede nada em troca. Isso porque Frank Castle é aquele anti-herói que não se importa em ser politicamente incorreto e usar de alguns meios não convencionais para se livrar da criminalidade.

Para quem não gosta de super-heróis e quer algo mais real, essa semana estreia diversos documentários biográficos que são uma ótima opção. Se você gosta de tecnologia recomendo Steve Jobs – o homem e máquina, considerado um dos melhores um dos melhores já feitos sobre o fundador da Apple até hoje. O doc é conhecido por entrar em questões polêmicas da vida de Jobs como o jeito agressivo que ele tratava os funcionários.

Outro que também segue a linha da tecnologia é Risk que conta a história de Julian Assange, o fundador do Wikileaks, a wiki feita para armazenar e divulgar arquivos sigilosos dos mais variados governos do mundo. Se você não conhece a treta por trás de Assange, do Wikileaks e porque ele está exilado na embaixada do Equador em Londres, confira essa baita história a partir de quarta-feira.
———————
Globo diz a Huck que se ele entrar na política vai ter que deixar emissora, aponta coluna
Globo diz a Huck que se ele entrar na política vai ter que deixar emissora, aponta colunaFoto: João Miguel Júnior / TV Globo
Diante das notícias sobre a eventual candidatura de Luciano Huck à Presidência da República, a Rede Globo deu um ultimato no apresentador. Em reunião, a emissora decidiu que se ele quiser mesmo concorrer à eleição de 2018, ele vai ter que encerrar seu vínculo com a Globo antes. A informação é da coluna Radar, da Veja. De acordo com a publicação, Huck já até vislumbra uma candidata à vice-presidente para compor sua chapa. O nome desejado é o de Marina Silva, atualmente presidente da Rede e também listada como pré-candidata ao posto de chefe do Executivo Nacional.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.