Novas informações sobre caso Geddel atingem negativamente aliados da oposição

Novas informações sobre caso Geddel atingem negativamente aliados da oposição]

Informações dão conta q que a denuncia do ex-assessor do deputado Lúcio Vieira Lima, Job Brandão, de que teria sido orientado por Geddel Vieira Lima a destruir provas enquanto ele estava em prisão domiciliar, respinga negativamente no grupo da oposição.

?Geddel era um dos principais articuladores políticos da aliança que se organiza em torno do prefeito ACM Neto. Isso é impossível negar. É impossível dizer que as pessoas que estão nesse grupo politico não tem nada a ver com Geddel?.

Brandão contou a Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República (PGR) que “auxiliou na destruição de anotações, agendas e documentos” a pedido de Geddel, Lúcio e da mãe dos dois.

Os documentos foram colocados em sacos de lixo e descartados e uma parte foi picotada e jogada na descarga do vaso sanitário. A secretária Milene Pena e a mulher de Lúcio, Patrícia, também teriam participado da operação.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.