Meireles desconversa sobre candidatura do presidente do BNDES à presidência da República

Com rivalidade conhecida no mercado, o ministro da Fazenda, Henrique Meireles, não quis se profundar quando questionado sobre a possibilidade de o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), economista Paulo Rabelo deixar o governo para lançar candidatura à presidência da República pelo PSC.

?Não sei, mas vamos aguardar, ver do que se trata. Te alguns para decidir (deixar o governo), como Bruno Araújo?, disse Meirelles, após participar em Salvador do IV Fórum de Economia Baiana, com o tema “O Brasil e a Bahia na Retomada do Crescimento Econômico”.

Assim como Meirelles, Rabelo esteve em Salvador no sábado. Ele não disse se confirmou oficialmente a Temer sobre sua decisão de concorrer à presidência em 2018.

Economista, Rabello está à frente do BNDES há cinco meses, depois de presidir o IBGE.

?Não estive com o presidente Michel Temer. Meu cargo pertence ao ministro do Planejamento e, por sua vez, é um cargo do presidente. Brinco que sou um presidente diarista?.

Ele disse que somente vai se considerar como candidato após a convenção do partido.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.