Itamaraju paga piso nacional para os profissionais da educação em Itamaraju pelo 6º ano consecutivo

O prefeito Marcelo Angênica (PSDB) informou no início da tarde desta quinta-feira (17/03), a regulamentação da lei municipal e o pagamento do piso nacional para os profissionais da educação. Como o Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica (PSPN) teve no final de janeiro de 2022 a maior correção desde o surgimento da Lei do Piso em 2008, com a sanção inédita do presidente Jair Bolsonaro, os municípios brasileiros estão sendo obrigados a se adequarem financeiramente para cumprir a meta salarial.

A atual gestão de Marcelo Angênica já pagava acima do piso nacional em Itamaraju, e para cumprir o piso nacional, anunciou nesta sexta-feira (17), um reajuste de mais 29,61% ao quadro permanente, dando, portanto, o cumprimento do piso nacional, que foi anunciado em janeiro, um reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores. O município paga os profissionais da educação, proporcional e retroativo a 1º de janeiro de 2022. Onde o quadro suplementar foi equiparado e em série o município migra os professores de curso superior, com especialização, mestrado e doutorado para que todos sejam do quadro permanente.

AUDIO PREFEITO PLAY

O Presidente da câmara Rubens do hospital também comentou a aprovação de lei do piso no Legislativo de Itamaraju.

AUDIO PRESIDENTE DA CÂMARA PLAY

E o grande aliado da verdade é o tempo!

Nada como um dia após o outro. NO ano passado o prefeito de Itamaraju foi acusado de não pagar o piso, chegando a ser chamado de caloteiro pelas ruas da cidade por sindicalistas, no entanto o PL aprovodo ontem fruto de  reuniões entre prefeitura e sindicato traz a tona a verdade,

A atual gestão já pagava acima do piso nacional em Itamaraju, a prova disso e que para alcançar o valor nominal do piso salarial de R$ 3.845,63 um reajuste de mais de 29,61% ao quadro permanente foi o suficiente para dar o cumprimento do piso nacional, que foi anunciado em janeiro, um reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores. Deixando uma diferença de 3,63 % o que evidencia que o piso ka era pago anteriormente.

comentário play

ç

Deixe seu comentário