Homenagens marcam um ano da tragédia com a Chape

Arena Condá ficará aberta durante todo o dia para os torcedores visitarem

Tragédia com a Chapecoense completa um ano
Reprodução/Twitter/Policiantioquia
Tragédia com a Chapecoense completa um ano

Uma série de eventos está marcada para a cidade de Chapecó entre essa terça-feira, dia 28, e quarta-feira, dia 29, para relembrar o primeiro ano da tragédia com a equipe da Chapecoense. O acidente aéreo na Colômbia deixou 71 mortos, incluindo quase toda a delegação e os dirigentes do clube catarinense.

A Arena Condá ficará aberta durante todo o dia para quem quiser prestar uma homenagem às vítimas e, à meia-noite, será feito um momento de oração no estádio. À 1h15 da madrugada, hora exata da queda do avião da Chapecoense em 29 de novembro de 2016, os sinos da catedral da cidade serão tocados para lembrar as 71 vítimas.

Durante toda a madrugada, até às 18h30 do dia 29, será feita uma vigília que culminará com uma missa no estádio.

Confira fotos do último adeus na Arena Condá:

Arquibancada da Arena Condá para o último adeus. Foto: Twitter/Reprodução
Ninguém conteve o choro. Foto: Twitter/Reprodução
Família de Thiaguinho corre com a foto do filho, que morreu na tragédia. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Familiar de um dos mortos chora na tenda. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Familiares do goleiro Danilo. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Muita emoção na Arena Condá. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Mascote da Chapecoense acompanha a chegada dos caixões no gramado da Arena Condá. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Caixão entrando na Arena Condá. Foto: Twitter/Reprodução
Velório na Arena Condá. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Velório na Arena Condá. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Presidente da Fifa, Gianni Infantino, esteve na Arena Condá junto com Seedorf e Puyol. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Tenda no gramado da Arena Condá onde ficaram os caixões e os familiares das vítimas. Foto: Ministério do Esporte
Torcedores choram na Arena Condá. Foto: Reprodução/Breno Fortes/Correio Braziliense
Um dos caixões já no gramado da Arena Condá. Foto: Superesportes/Reprodução
Militares foram os responsáveis por levar os corpos aos seus familiares. Foto: Superesportes/Reprodução
Multidão recepciona os caminhões na chegada ao estádio. Foto: Caracol / Divulgação
Pessoas choraram muito na entrada dos caixões no gramado. Foto: Reprodução/TV Globo
Mais torcedores nas arquibancadas. Foto: Superesportes/Reprodução
Arquibancadas lotadas no estádio da Chapecoense. Foto: Superesportes/Reprodução
Chuva não afastou os torcedores da Arena Condá. Foto: Superesportes/Reprodução
Dona Alaíde, mãe do goleiro Danilo. Foto: Reprodução/Correio Braziliense/Breno Fortes
Lado de fora da Arena Condá com bastante gente para acompanhar o velório. Foto: Veja/Reprodução
Torcedores na Arena Condá. Foto: Twitter/Reprodução
Familiares e amigos esperam pela chegada dos caixões na Arena Condá. Foto: Twitter/Reprodução
Caminhões com os caixões rumo à Arena Condá. Foto: Twitter/Reprodução
Militares levam um dos caixões no aeroporto de Chapecó. Foto: Superesportes/Reprodução
Um dos caixões sendo retirado do avião, em Chapecó. Foto: Twitter/Reprodução
Caixões sendo retirados dos aviões da FAB. Foto: Ministério do Esporte
Soldados fazem as honras no desembarque dos primeiros corpos das vítimas do acidente aéreo . Foto: Ministério do Esporte
Primeiro avião da FAB com os corpos da Chapecoense poucou em Chapecó às 09h28 de sábado. Foto: Ministério do Esporte
Segundo avião da FAB com os corpos das vítimas chegou às 09h43. Foto: Ministério do Esporte
Avião da FAB em Chapecó. Foto: Ministério do Esporte
Torcidas de vários times se unem para o último adeus aos mortos da tragédia. Foto: Twitter/Reprodução
Presidente Michel Temer recebeu os corpos no aeroporto e depois decidiu ir ao estádio. Foto: Veja/Reprodução
Preparação na Arena Condá desde as primeiras horas do dia. Foto: Twitter/Reprodução
Avião da FAB com os corpos das vítimas em Manaus, na madrugada de sábado. Foto: Reprodução / Acritica.com
Deixe seu comentário