Ex-prefeito de Porto Seguro é condenado por difamação e injúria

Ubaldino disse que não teve intenção de denegrir a imagem do ofendido

 
Foto: Divulgação 
Ex-prefeito usou espaço do Programa Livre, da Rádio Porto Brasil FM, para ofender Zeca Santana

PORTO SEGURO – Afastado do cargo em 2003, pela justiça federal, o ex-prefeito de Porto Seguro, Ubaldino Jr., teve sua primeira condenação por crime de difamação e injúria. A sentença condenatória foi publicada quarta-feira (06), pelo Tribunal de Justiça da Bahia. O ex-prefeito recorreu ao TJ-BA e novamente perdeu a demanda.

A vítima é José Santana Neto, a quem Ubaldino se referiu como ladrão, em seu programa de rádio: ?Seu Zeca Santana foi expulso do CDL por ter roubado o CDL, Gabiru. Agora a gente sai de Lima que é um gatuno e entrega pra outro gatuno, Gabiru? (sic).

Ubaldino foi condenado a pena de seis meses de prisão e multa de 12 dias correspondente a metade do salário mínimo vigente à época das agressões, conforme sentença.

De acordo com a denúncia, no dia 14 de outubro de 2013, o ex-prefeito usou o espaço do Programa Livre, veiculado pela Rádio Porto Brasil FM, de Porto Seguro, para ofender Zeca Santana [José Santana Neto]. A gravação dos trechos ofensivos das ofensas foram juntadas ao processo, ?tornando o fato incontroverso?, segundo os desembargadores.

Em sua defesa, Ubaldino disse que ?não teve intenção de denegrir a imagem do ofendido?.

A partir dessa condenação, Ubaldino Pinto perdeu a primariedade e também vai responder como réu me mais sete processos acionados por pessoas que se dizem vítimas de injúria e difamação. Uma das vítimas é o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Seguro, Evaí Fonseca.

POR RADAR 64

WhatsApp do estudionoticias 9 9911 1494 .

Deixe seu comentário