Durante ato com Lula e o MST, Lucinha diz que ex-presidente “é a grande esperança do Brasil”

O final de semana foi de debates de conjunturas e de estratégias para as eleições de 2022, envolvendo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Paraná. No sábado (21), a pré-candidata a deputada estadual com apoio do movimento social na Bahia, Lucinha Barbosa (PT), defendeu a unidade da base aliada para eleger Lula presidente ainda no primeiro turno. Esse ato político reuniu lideranças dos movimentos de luta pela terra, políticos e grupos que pedem mais políticas públicas para o campo com garantia de segurança e desenvolvimento socioeconômico.

De acordo com Lucinha, o ato foi dividido em duas partes, em Curitiba e em Londrina, no norte do Paraná, e teve ápice no Assentamento ?Eli Vive?, com mais de 5 mil pessoas participando dos debates. ?Lula é a grande esperança do Brasil e todos nós sabemos disso. Nesses debates do final de semana, por exemplo, discutimos os desafios para as eleições e a defesa da sua pré-candidatura. Foi um momento de agradecimento ao MST pela presença permanente na vigília ?Lula Livre? durante seu período na prisão, foram 581 dias juntos. Lula conheceu a agroindústria, a cooperativa e fez um caminho por fotos expostas do período da vigília em Curitiba?, destaca Lucinha, fazendo um balanço da viagem nesta segunda (21).

A pré-candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia também defendeu a participação maior das mulheres na política e nas decisões do país. Lucinha Barbosa esteve ao lado da presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, e da direção nacional do MST, representada por João Pedro Stédile. Inúmeros deputados estaduais e federais, lideranças políticas locais, dirigentes e militantes estiveram nos debates do sábado. ?Foi também um momento de lançamento dos Comitês Populares de Luta, que estão sendo construídos por todo Brasil pelos movimentos sociais de esquerda e participação direta das mulheres. Vivemos um reencontro repleto de resistência e vontade de fazer o Brasil feliz de novo?, completa a petista.

Deixe seu comentário