Desobediência civil:  Carreata pede reabertura do comércio em Itamaraju

Por Ornes Jr.

Parece mentira, mas não é!  Na manhã desta quarta-feira 1º de Abril uma carreata composta por algumas dezenas de comerciantes tomou as ruas de Itamaraju clamando pela abertura dos estabelecimentos comerciais da cidade.

escute a narrativa deste conteúdo – play

escute a narrativa deste conteúdo – play

Num ato claro de desobediência civil, ignorando as recomendações das autoridades constituídas os comerciantes olhando para o próprio umbigo temendo prejuízos financeiros clamaram por medidas que colocam em risco a vida de dezenas de milhares de Itamarajuenses.

Ao acompanharmos a carreata foi possível ver o contraditório explícito, ao observarmos comerciantes dirigindo suas Hilux e picapes de luxo, utilizando máscaras, um equipamento de proteção. Evidenciando de que são conhecedores da gravidade da pandemia. Ao mesmo tempo em que ao sons de buzinas pediam para que as portas dos estabelecimentos pudessem ser abertas, criando assim um ambiente de circulação comunitária do vírus ignorando as recomendações dadas pela Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde.

Outro fato da manifestação que deixou estarrecido os segmentos sociais que são favoráveis ao Isolamento social, foi o fato da 43ª CIPM não impedir a realização da carreata como orientou pelas redes sociais o Governador do Estado Rui Costa, na semana passada.

Nos bastidores da prefeitura o que se comenta é que o Prefeito Municipal de Itamaraju Dr. Marcelo está inclinado a preservar vidas, a seguir as resoluções técnicas internacionais (OMS), e nacionais (Ministério da Saúde), que orientam que o isolamento social é por hora a mais eficaz das ferramentas contra a expansão do Covid 19. Dr. Marcelo tem mantido o diálogo com a CDL, SINDECITA e SINDCOMERCIO entidades representativas dos comerciantes e comerciários em Itamaraju.

Deixe seu comentário