Confira na íntegra o documento com nomes dos envolvidos na Operação Fraternos da PF

A Polícia Federal (PF) realizou na terça-feira (7) uma operação para afastar os prefeitos de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália e cumprir mandados de prisão, busca e apreensão e condução coercitiva.

As investigações apontam que, desde 2008, os prefeitos Claudia Oliveira (PSD), de Porto Seguro; José Robério Batista de Oliveira (PSD), de Eunápolis; e Agnelo Santos (PSD), de Santa Cruz Cabrália usavam empresas de familiares para simular licitações e desviar dinheiro de contratos públicos. Claudia Oliveira é casada com José Robério e irmã de Agnelo Santos.

Os três prefeitos foram afastados dos cargos por determinação da Justiça por tempo indeterminado. A PF chegou a pedir a prisão deles, mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou. Os contratos fraudados, segundo a PF, somam R$ 200 milhões.

Confira na íntegra a Decisão expedida pelo Tribunal de Justiça Federal da Primeira Região que culminou com a Operação Fraternos

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.