Bahia -Pai acaba preso após cortar mãos de estuprador da filha de 6 anos 

Um homem acabou tendo as suas mãos cortadas após abusar de uma criança de apenas 6 anos de idade. O fato aconteceu na Rua Guedes de Brito, interior da Bahia. O homem que abusou da criança trabalhava como jardineiro na casa há cerca de 1 ano e meio. Segundo informações, os pais da criança saíram para sacar o dinheiro para pagar o jardineiro. Quando o casal saiu, ele se aproveitou e foi até o quarto da criança, que estava dormindo. Em seguida, o indivíduo entrou no quarto e trancou a porta.
Pai é preso após cortar mãos de estuprador da filha de 6 anos

Com o barulho da porta fechando, a garotinha acabou acordando. O indivíduo acabou amarrando a criança na cabeceira da cama enquanto mantinha relações sexuais. Na hora do ato, os pais acabaram chegando. Quando o casal entrou na casa, foi surpreendido por gritos. O pai foi até o quarto da filha e se deparou com o jardineiro abusando da filha.
Sem pensar duas vezes, o pai desamarrou a criança e pediu para a esposa sair de casa com ela. Antes do jardineiro se explicar, o pai foi correndo até a cozinha e pegou um facão. Logo após, foi até o jardineiro e começou a agredi-lo com socos e ponta pés. Já no chão, o abusador pediu desculpas e disse estar arrependido. Quando o jardineiro acabou de falar, o pai pegou o facão e cortou as duas mãos do homem.

A Polícia Militar foi acionada. Após a ligação, duas viaturas chegaram até a casa e os policiais visualizaram Adalberto Gomes Farias, de 24 anos, no chão agonizando de dor. O pai disse que tinha feito aos PMs. Imediatamente, os militares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), relatando que havia um homem sem as duas mãos agonizando de dor. Prontamente, uma ambulância chegou, socorreu o abusador e, logo em seguida, o encaminhou para o Hospital Santa Isabel. O pai que arrancou as duas mãos do jardineiro foi encaminhado até a delegacia da cidade.

Já na delegacia, ele informou tudo o que aconteceu para o delegado de plantão, Roberto de Lima. ?Eu tinha ido até um caixa 24 horas para sacar um dinheiro e pagar o jardineiro, mas quando cheguei em casa, me deparei com o elemento abusando da minha filha. Acabei indo até a cozinha, peguei um facão e cortei as duas mãos do abusador?, disse o pai.

Quando o jardineiro saiu do hospital, se entregou na delegacia e confessou o crime. O abusador disse ao delegado que estava passando por um momento difícil e diz estar arrependido de tudo o que aconteceu. Ele também deu queixa do pai, dizendo que tentou lhe matar.

O delegado que investiga o caso enviou uma intimação para o pai da criança. Ele irá ficar detido até o fechamento do caso. A criança que sofreu o abuso passa bem e também deu o seu depoimento, junto com a mãe e uma psicóloga.

Deixe seu comentário