Assassino de andarilho em Itanhém disse ter matado a pessoa errada

O crime ocorreu na madrugada do último dia 29 de dezembro, na Praça Otávio Mangabeira, na parte externa do Terminal Rodoviário.

Segundo a PM, Adílio, que mora no bairro Monte Santo, alegou ter cometido o homicídio por vingança, mas confessou que matou a pessoa errada. Para justificar o crime, ele contou aos policiais que, quando tinha 6 anos de idade, viu a tia ser morta a facadas e que o assassino seria de Sooretama, no Espírito Santo. E, ao saber que o andarilho era desta cidade ele fez uma relação do suposto assassino da tia com a pessoa do andarilho.

Imagens de câmeras mostram um homem, no dia e horário da morte do andarilho, nas proximidades da rodoviária, carregando uma barra de ferro semelhante à que foi usada no crime.

O acusado foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil por policiais do 2º Pelotão da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar. Ele foi ouvido e liberado.

Deixe seu comentário