Vídeo: Dois bandidos que assaltaram o SICOOB de Ibirapuã são presos em assalto frustrado no ES

Barra de São Francisco: Criminosos que aturaram no assalto da Agência do Banco SICOOB, na cidade de Ibirapuã, no último dia 11 de dezembro, foram presos em uma tentativa frustrada nos mesmos modos, na cidade de Barra de São Francisco, no Espírito Santo, na manhã desta segunda-feira (24), quando acabaram presos pela Polícia Militar capixaba, momento em que estavam com os reféns (funcionário e familiares) sob ameaça. Um dos assaltantes tentava abrir o cofre da agência, o qual foi acionado o sistema de segurança, que é interligado com a Central da Polícia Militar da cidade.PUBLICIDADE

Rapidamente, uma guarnição foi deslocada para o banco, e confirmou a tentativa em andamento. Segundo informações, um dos assaltantes estava pelo lado de fora da agência quando a guarnição chegou, o que levou o criminoso a fazer uma família de refém, quando estacionava o veículo em um local próximo da agência, mas, a ação da polícia foi rápida, não permitindo que o mesmo saísse com o veículo, realizando alguns disparos sentido ao veículo inibindo qualquer ação do suspeito, momento em que o proprietário, que foi colocado no banco traseiro do veículo, agarrou o criminoso por trás, dando chance à polícia de agir, mobilizando o criminoso.

O segundo criminoso estava dentro do banco com um dos funcionários que teria sido feito refém, juntamente com familiares desde a noite do domingo (23). Além disso, havia um cliente que teria entrado na agência para utilizar o caixa eletrônico, e também ficou sobre a mira do bandido, que, ao perceber que não havia como fugir, e que o banco estava cercado por policiais, resolveu libertar os reféns, e se entregar para os militares. Uma terceira pessoa que está sendo acusada de fazer parte da quadrilha, foi presa em uma barreira feita pelos militares na estrada que dá acesso ao município de Mantena/ES.

Outras três pessoas que teriam ficado na residência do funcionário com seus familiares (reféns), ao saberem que o assalto teria dado errado, deixaram a residência das vítimas, tomando rumo ignorado. Segundo a polícia capixaba, o grupo estava em 09 pessoas, e a polícia está tentando identificar as outras possíveis seis que teriam conseguido fugir. O delegado do NHT da 8ª COORPIN, Bruno Ferrari, que está presidindo o inquérito policial do assalto do SICOOB de Ibirapuã, juntamente com o delegado, Manoel Andreetta, foi informado da situação, e está trocando informações com a polícia capixaba.

No assalto  em Ibirapuã, os delegados do NHT realizaram um trabalho rápido, e em menos de 48 horas conseguiram identificar três dos integrantes da quadrilha, que tem uma vasta ficha criminal neste tipo de crime, tendo como base, o Estado de Minas Gerais, inclusive o chefe da quadrilha e o seu braço direito estão presos em Minas Gerais, de onde coordenam os assaltos. Vanderlei Silva Andrade, vulgo “Chacal”, 36 anos, o líder da organização criminosa; Adriano Carlos de Oliveira, vulgo “Qualquer Hora”, 41 anos, braço direito do chefe da organização, e o seu filho, Lincoln Túlio de Souza Oliveira, 20 anos de idade, foram identificados na ação anterior.

O Lincoln foi um dos presos hoje na ação frustrada do bando. O Linclon já teem em seu desfavor mandado de prisão, que foi solicitado pelo o delegado Bruno Ferrari, após a sua identificação no assalto de Ibirapuã. A nossa reportagem fez contato com o delegado Bruno Ferrari, o qual informou que já teria feito contato com os seus colegas delegados do Espirito Santo, que estão presidindo esse novo inquérito contra a quadrilha, passando as informações já obtidas por ele, bem como, informando sobre o mandado expedido pela Justiça Baiana em desfavor do acusado “Lincoln”.

O quarto integrante da quadrilha, que foi preso hoje está sendo investigado, mas, até o fechamento desta reportagem, não teve seu nome divulgado. Os delegados do Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN deverão ouvir os acusados presos hoje, para dar continuidade e conclusão ao inquérito do roubo em Ibirapuã.

Por: Cloves Neto LN

Deixe seu comentário