Valmir aprova PL que insere Dandara dos Palmares no Livro de Heróis da Pátria

O projeto de lei (6590/2016), que inscreve o nome de Dandara dos Palmares no Livro de Heróis da Pátria, de autoria do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), foi aprovado por unanimidade na última terça-feira 7 pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC).

A aprovação finaliza a tramitação da peça na Câmara Federal e segue para o Senado. Para o parlamentar petista, “o projeto reconhece uma heroína do povo negro e do povo brasileiro”. Assunção diz que a aprovação “foi uma vitória do movimento negro no país” e que Dandara, “sem dúvida alguma, é uma guerreira do Brasil”.

Ela era casada com Zumbi dos Palmares, e lutou bravamente pela liberdade de negras e negros. Poucos são os registros históricos a respeito da vida de Dandara. Não se tem notícia se ela nasceu no Brasil ou se foi trazida da África. Os historiadores asseguram que Dandara teve um papel fundamental na liderança de Zumbi, fazendo com que ele rompesse com Ganga-Zumba, o primeiro grande chefe do quilombo de Palmares. Ganga-Zumba havia celebrado um tratado de paz com o governo de Pernambuco, se comprometendo a entregar escravos que buscassem abrigo no quilombo.

Em troca, seriam libertados os palmarinos presos em combate, além do reconhecimento de liberdade de todos 2 os nascidos em Palmares. Segundo Valmir, Zumbi e Dandara entendiam que esse pacto trazia prejuízo à luta pela liberdade das escravas e escravos.

“Essa luta deve permanecer gravada na memória do povo brasileiro. Ainda que tenha vivido há mais de quatro séculos atrás é um exemplo de liderança e firmeza de ânimo, tão importantes em embates ainda travados na sociedade para a defesa de direito das minorias, diuturnamente violados”, completa o parlamentar.

Deixe seu comentário