Terceiro advogado de modelo que acusa Neymar de estupro deixa o caso

Do Consultor Jurídico (ConJur).

O advogado Danilo Garcia de Andrade não representa mais a modelo Najila Trindade Mendes de Souza na acusação de estupro contra o jogador de futebol Neymar. Ele é o terceiro advogado a deixar a defesa da modelo.

De acordo com o portal Uol, o advogado decidiu deixar o caso após Najila o acusar de planejar o arrombamento de seu apartamento para roubar o tablet onde estaria um vídeo mostrando o segundo encontro dela com o atleta. O advogado disse que Najila fez uma busca na localização do tablet e o endereço que apareceu foi o do escritório de Danilo Andrade.

PUBLICIDADE

O vídeo é considerado peça fundamental para o inquérito policial. Até o momento, apenas um trecho de pouco mais de um minuto foi divulgado. Mas, segundo a modelo, há neste tablet supostamente roubado uma versão de 7 minutos. 

Andrade é o terceiro advogado a deixar o caso em uma semana. Na quinta-feira (6/6), a advogada Yasmin Pastore Abdalla também deixou a defesa.

PUBLICIDADE

Antes dela, Najila era assistida pelo José Edgard da Cunha Bueno Filho, do escritório Fernandes e Abreu Advogados. O escritório rescindiu contrato alegando que mulher afirmou aos advogados que relação foi consensual e ela teria sido agredida; depois, fez boletim de ocorrência citando estupro.

Bueno Filho explicou por que foi contra continuar no caso. “Eu fui contra qualquer medida bombástica. E até que chegou num momento, de forma mais dura, ela ter acusado a minha ética profissional a respeito do que eu estaria fazendo.”

Deixe seu comentário