Rui Costa maquiou a grave situação fiscal da Bahia, diz ACM Neto

O prefeito ACM Neto (DEM) teceu duras críticas ao projeto do governo do Estado que prevê o aumento da alíquota de contribuição previdenciária dos servidores, de 12% para 14%. O argumento do Palácio de Ondina é contornar os efeitos da crise econômica e aumento do déficit da Previdência.

“Sinto o Rui Costa de 2018 como a Dilma de 2014. A Dilma de 2014 se reelegeu com um discurso, depois teve que adotar uma prática completamente diferente. Ontem, aquele vídeo que ele gravou é constrangedor. Há um estelionato eleitoral. Ele maquiou, durante a campanha, a grave situação fiscal da Bahia. Agora ele diz que a situação é dificílima, não disse que faria uma reforma da Previdência, que aumentaria a alíquota da contribuição. Ele rasga o que disse na campanha. Estamos diante de um quadro muito sério”, disse o prefeito na manhã desta sexta-feira (30), em entrevista coletiva na sede da prefeitura.

Por: Adenilson Nunes/BNews 

Deixe seu comentário