Prado: MST forma primeira turma de Técnicos em Agroecologia da Bahia

 

Aconteceu durante a noite de sábado 20 de outubro no Assentamento Jaci Rocha, a colação de grau da primeira turma de técnicos em agroecologia “Raizes da Terra” da escola popular agroflorestal e agroecologia Egidio Brunetto localizada no município de Prado no extremo sul baiano.

A colação de grau aconteceu no pátio da instituição no Assentamento Jaci Rocha e contou com a presença de diversas lideranças políticas, autoridades e Coordenação da EPAAEB Eliane Kay, O diretor do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) Petrônio Bonfim, setor de educação regional Gabriela Melo, diretor do Núcleo Territorial de Educação o senhor Agnaldo Leal, a coordenadora pedagógica do curso Valdete, dirigente estadual do MST Paulo Cesar e Maristela Cunha, como paraninfa Delzuita, a turma teve como patrono o dirigente nacional  Evanildo Costa e representações na área do ensino da região e da direção do MST.

Para a regional extremo sul o momento histórico é uma grande conquista para todo o território nacional, a colação entrega para 21 formandos a semente de transformação de uma sociedade, a turma pós médio de agroecologia é primeira a ser formada na Bahia e reforça a luta pela democracia e preservação das riquezas no incentivo de produção corretamente alimentar.

Com a formação da turma novas oportunidades de emprego são criadas, proporcionando aos formandos poder atuar com agricultura sustentável gerando renda através de comercialização de produtos orgânicos, trabalhar em sindicatos, propriedades rurais, cooperativas entre outras atividades profissionais, em rápidas palavras a diretora do curso Eliane Oliveira a maior conquista é dos assentados de diversas regiões que estão tendo a oportunidade dentro dos assentamentos desfrutando do mérito de honra e democracia.

O dirigente estadual do MST Paulo Cesar (PC) comemorou o importante passo dado por cada formando na qualificação profissional, e falou sobre a história de lutas do movimento pela reforma agraria idealizando a conquista da escola para a região especialmente para os assentados “essa oportunidade vai ser passada para diversas gerações para que todos possam se qualificar e ter a oportunidade de produção agroecológica em suas terras, proporcionando um grande reflexo na sociedade e promovendo qualidade de vida” encerrou.

Prestigiando a cerimonia Gilvan Produções comemorou com os assentados a formação da turma, Gilvan destacou a soberania popular inserida em uma gestão que garanta a igualdade social e oportunidade a todos “vejo neste lugar o brilho no olhar de cada família refletindo a dignidade do povo que desfruta de mais uma conquista” agradeço a presença da vereadora Luciana pela presença ao evento e ao carinho de todos que almeja dias melhores para nosso município – encerrou.

Após a colação a festa ficou por conta de Jadilson Gomes, Banda Oz Xerifes e Djs, parabenizamos os 21 formandos do curso e desejamos um futuro promissor cheio de realizações e conquistas.

Por: Henrique Peixoto

Deixe seu comentário