Prado: Governo do Estado autoriza construção de escola rural no assentamento Jacy Rocha

Por Domingos Oliveira

O secretário estadual de Educação, Walter Pinheiro, assinou na tarde desta quarta-feira (12), a ordem de serviço para a construção do centro de educação rural do assentamento Jacy Rocha, situado às margens da rodovia BR-101 entre os municípios de Itamaraju e Prado.

A escola tem investimento de R$ 3,5 milhões e atenderá trabalhadores rurais de assentamentos e acampamentos da região, além de moradores de comunidades agrícolas. A obra será erguida pela empresa Sipan, vencedora da licitação para execução do projeto.

O início da construção da escola deverá ocorrer ainda este ano, de acordo com o secretário. A unidade vai dispor de seis salas de aula, biblioteca, laboratórios, quadra poliesportiva coberta, vestiários e auditório e será destinada exclusivamente à educação do campo utilizando a pedagogia da alternância.

Segundo Walter Pinheiro, mais de 270 famílias serão beneficiadas pelo projeto que, além do ensino básico, irá aplicar cursos técnicos profissionalizantes voltados para famílias rurais como a da pequena agricultora Marlene de Jesus Borges, residente há oito anos no Jacy Rocha. “Essa escola será de grande valia para nós”, salientou a agricultora.

“O caminho que pode mudar a vida da gente é o caminho da educação”, frisou Walter Pinheiro, ao destacar a importância da unidade de ensino para os assentados da região. Ele fez um balanço dos investimentos feitos pelo governo do Estado no setor de educação, que inclui, de acordo com Pinheiro, a formação de professores.

Indicação

Representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de outros segmentos presentes ao evento agradeceram o empenho do governo estadual para a implantação da descola.

“É mais uma conquista dos trabalhadores, que terão a oportunidade de ingressar em uma escola mais avançada”, afirmou Evanildo Costa, que deixou a coordenação regional do MST no extremo sul baiano para assumir posto na direção nacional do movimento.

A indicação para a construção da unidade de ensino é do deputado federal Valmir Assunção (PT), como fez questão de destacar o brigadista Paulo Cesar (PC), articulador político do MST na região. “Temos muito a agradecer ao deputado Valmir por mais esse projeto para os trabalhadores”, ressaltou o dirigente.

Deixe seu comentário