Nota de esclarecimento do Hospital Municipal de Itamaraju

Nota de esclarecimento do HMI à imprensa e à sociedade

Em atenção à imprensa e à sociedade, a direção do Hospital Municipal de Itamaraju vem prestar esclarecimentos sobre notícias inverídicas que estão circulando nas redes sociais, acerca do paciente JOSE BARTOLOMEU DE SOUZA, 73 anos, residente no distrito de Coqueiro, município de JUCURUÇU-BA.

A direção geral do Hospital Municipal de Itamaraju, vem a público esclarecer que:

O paciente em questão foi removido do município de Jucuruçu por familiares no dia 27/11/2019 para consulta na rede particular com profissional cardiologista, familiares chegam ao Hospital Municipal de Itamaraju com relatório médico informando que o mesmo possui comorbidades cardíacas crônicas de longa data.

Em comunicação com o diretor do Hospital de Jucuruçu o mesmo nos informou que já havia esclarecido aos familiares não ter as mínimas condições de condução do quadro do paciente no município e hospital de origem devido às comorbidades do mesmo, desse modo, paciente foi internado na unidade de Itamaraju para continuidade do tratamento proposto pelo cardiologista.

Paciente desde o dia 27/11 encontrava-se assistido na unidade, medicado, em acompanhamento médico.

No dia 29/11 foi conduzido em ambulância desta unidade ao Município de Teixeira de Freitas para avaliação particular, a pedido de familiares com profissional neurologista, após avaliação retorna a esta unidade e continua tratamento.

No dia 01/12/19, enfermeira da clínica médica aciona médica do pronto socorro Dra Amanda para avaliar o paciente as 20:00hs, a médica avalia o paciente e encontra sinais estáveis no momento e informa a acompanhante o quadro do paciente, e solicita a equipe que qualquer alteração de quadro seja novamente acionada.

No segundo momento a enfermeira solicita nova avaliação médica visto que os sinais vitais mostravam oscilação, de pronto a plantonista pede que o paciente seja encaminhado à sala vermelha para monitoramento dos SSVV, o que ocorreu.

O Paciente é mantido em monitoramento, porém apresentou piora do quadro geral, realizadas as manobras de parada cardiorrespiratória pela equipe da sala vermelha, sem sucesso, vindo o mesmo a óbito.

Com relação às veiculações feitas por familiares em redes sociais acusando esta unidade de negligência, informamos que o paciente desde a sua entrada até a hora do óbito teve toda a assistência necessária prestada pela equipe médica de plantão.

Em momento algum foi deixado de prestar a assistência devida, bem como, a família tinha ciência total do quadro clínico do paciente que já possuía histórico clínico de várias doenças graves, a saber, “Insuficiência cardíaca e Fibrilação Atrial Crônica”, que foram somatizadas com outras patologias, entre elas “Acidente Vascular Cerebral”.

Diante do exposto, a Direção do Hospital Municipal de Itamaraju, compreende as manifestações de familiares nesse momento difícil de dor, se solidariza e lamenta a fatalidade ocorrida, ao tempo que rechaça qualquer imputação de negligencia médica para o fato ocorrido.

Ressaltamos que prezamos pelo cuidado de nossos pacientes, independente de quem sejam e de onde sejam, a luta diária pela vida e saúde é prerrogativa da unidade.

O Hospital Municipal de Itamaraju junto com toda a sua equipe médica reafirma seu compromisso com a saúde pública do município e continuará prestando um atendimento digno com responsabilidade e eficiência a todos os pacientes.

Direção do Hospital Municipal de Itamaraju

Deixe seu comentário