Força-tarefa prende acusados de ataques a ônibus em Eunápolis

Eunápolis: Uma força-tarefa, composta pelas polícias Civil e Militar, deflagrou no início da manhã desta quinta-feira (11), em Eunápolis, a Operação Nero, que visa desarticular uma quadrilha responsável por incêndios a três ônibus do transporte municipal e a um caminhão da limpeza pública.

Na ação, foram cumpridos pelo menos 12 mandados de prisão e de busca e apreensão em vários bairros da cidade, como Paquetá, Juca Rosa, Moisés Reis, entre outros. A polícia usou até um drone para localizar os acusados. Em Eunápolis, cinco homens foram presos. Dois já haviam sido detidos no curso das investigações.

Segundo o delegado Moisés Damasceno, a operação também foi realizada simultaneamente em Ilhéus, sul da Bahia e nos estados de São Paulo e do Espírito Santo, para onde parte da quadrilha fugiu após os ataques criminosos. Houve prisões na cidade de Monte Mor (SP) e uma em Ilhéus.

publicidade

A ação em Eunápolis, que contou com o emprego de 100 policiais civis da 23ª Coorpin, da 7ª CIPM e da Rondesp, houve também apreensão de uma pistola, de um carro e de uma motocicleta, além da identificação de outros suspeitos.

Os ataques criminosos ocorreram nos meses de outubro e dezembro e prejudicaram a população de Eunápolis, que ficou sem os serviços de transporte coletivo e de limpeza pública por vários dias.

Fonte: Radar64

 

Deixe seu comentário