Estrangulado: “PH” tinha várias passagens na Polícia e Inquérito Policial deve ficar pronto em 30 dias

 

Teixeira de Freitas: Após a matéria sobre a morte de uma pessoa no Padre José, vídeos do momento em que as três mulheres acusadas de matar Paulo Henrique de Jesus Machado, por estrangulamento, começaram a circular nas redes sociais. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira, 26 de novembro, no Residencial Padre José, em Teixeira de Freitas. Segundo informações, a PM foi acionada para atender um caso de violência doméstica e encontrou o agressor imobilizado por três mulheres.

Cessada a imobilização, o Paulo Henrique já não esboçava reação, e depois, o SAMU constatou o óbito. Os vídeo mostram diversos momentos da confusão, e as três mulheres em cima do Paulo Henrique. Em determinado momento, uma das mulheres aparece com uma faca na mão. No depoimento das três, a ex-mulher do PH diz que ele chegou na residência com uma faca em punho, e que ameaçou e bateu nas três, além de ter batido em uma criança de 08 anos que estava no local.

Em determinado momento, o Paulo Henrique pede para elas soltarem ele, e uma delas diz que ele só vai sair de lá quando a Polícia chegar. Há também nos vídeos uma discussão por causa de um celular. Os vídeos têm dividido opiniões nas redes sociais, mas, após oitiva, o delegado Bruno Ferrari, liberou as três mulheres por ter evidências de legítima defesa. Segundo apurou nossa equipe de reportagem, o Paulo Henrique tinha passagens por roubo, ameaça e porte ilegal de arma de fogo.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Deixe seu comentário