Entenda as razões para Dr Marcelo não abrir a UPA em Itamaraju.

Por Ornes Jr
Confira a entrevista exclusiva feita por nossa equipe com Dr. Marcelo – PLAY

No início desta segunda semana do mês de setembro, uma fotografia do prédio da UPA que teve a obra finalizada em meados de 2015, ganhou as redes sociais sobre a retórica de abandono, por parte da Administração Pública Municipal em Itamaraju.

Buscando colocar luz sobre os fatos, o Estúdio Notícias procurou o Prefeito Municipal de Itamaraju para esclarecer as razões da UPA não ter sido inaugurada quase três anos após a sua conclusão e a aproximadamente um ano e oito meses no seu mandato. Em entrevista exclusiva Dr. Marcelo nos relatou quanto à inviabilidade Econômica de se ter um instrumento como a UPA, numa cidade de porte pequeno como Itamaraju.


Em resumo o não funcionamento da UPA trata-se na verdade de uma opção administrativa, que presume que o alto custo de manutenção de tal equipamento iria desacelerar, ou até inviabilizar avanços importantes que estão sendo edificados no HMI- Hospital Municipal de Itamaraju, como a compra de equipamentos, reposição da frota própria da Secretaria de Saúde e a implementação da semi-intensivas, as populares semi-uti

Ainda durante conversa antes de iniciarmos a entrevista Dr. Marcelo falou que os dois principais problemas da Saúde de Itamaraju foram enfrentados e resolvidos (ausência de cirurgias ortopédicas, que envergonharam a população que ao quebrar um dedo tinham que ir para Teixeira ou outra cidade vizinha, e a realização de partos no HMI outro fato que achincalhava o nosso povo, que era obrigado a ter seus filhos também em outras cidades).

Matéria relacionada:

 

 

Deixe seu comentário