Caravelas cancela a realização do Crnabarra

O Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, tomou uma difícil decisão na manhã desta segunda-feira, dia 28 de janeiro, ao cancelar a realização da festa do Carnabarra.

Segundo o gestor, “deixar de realizar esse evento nunca esteve nos planos, no entanto, após análise da projeção dos repasses, o impacto dos gastos com a realização dessa festa seria muito grande e colocaria em risco a estabilidade financeira do município”, comunicou.

À crítica de ter demorado tanto para comunicar o cancelamento ele disse: “a decisão foi anunciada há poucos dias da realização do evento porque ficamos no aguardo de apoio do governo estadual e federal, o que não ocorreu, em razão disso, tivemos de optar pelo cancelamento”, concluiu.

Num vídeo em que explica os motivos do cancelamento, divulgado nas redes sociais da Prefeitura de Caravelas, a grande maioria dos caravelenses aprovou a decisão tomada pelo gestor, visando preservar o modelo de gestão, que tem sido referência no extremo sul da Bahia com a boa aplicação dos recursos e investimentos públicos.

video:

Caravelas cancela a realização do Carnabarra 2019

O Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, tomou uma difícil decisão na manhã desta segunda-feira, dia 28 de janeiro."O Carnabarra não será realizado neste ano. Deixar de realizar esse evento nunca esteve em nossos planos, no entanto, após intensa análise, constatamos que o impacto dos gastos com a realização dessa festa seria muito grande e colocaria em risco a estabilidade financeira do município", comunicou.E acrescentou: "a decisão foi anunciada há poucos dias da realização do evento porque ficamos no aguardo de apoio do governo estadual e federal, o que ainda não ocorreu, em razão disso, tivemos de optar pelo cancelamento", concluiu.

Posted by Prefeitura de Caravelas on Monday, January 28, 2019

Dentre as razões do cancelamento, Silvio Ramalho justificou o planejamento para manter rigorosamente os pagamentos em dia, além do impacto financeiro com as reformas que estão sendo feitas nas escolas da rede municipal e o investimento na adaptação e preparação do Colégio Claudionora Nobre de Melo para o funcionamento do sistema militar de ensino.

Deixe seu comentário