Alice diz que Dia da Mulher também é para “lutar pela democracia”

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) participou, nesta sexta-feira (8), da marcha unificada “Mulheres vivas, fortes e resistentes!”, realizada da Praça da Sé ao Campo Grande. O evento acontece em celebração ao Dia Internacional da mulher.

“Antes de ser parlamentar, fui líder estudantil, sindicalista e sou feminista. Os seres humanos têm que ter igualdade de oportunidades e o 8 de março é uma data emblemática. Nós lembramos das heroínas que foram incineradas vivas pelo seu patrão.  A ONU, ao definir o Dia Internacional da Mulher, definiu para nós lembrássemos que essa é a forma de discriminação mais antiga que a humanidade tem notícia”, declarou

O protesto reuniu diversas organizações de mulheres, entidades e coletivos feministas e do movimento social. “É por isso que eu estou aqui, uma figura política e pública, com representatividade, para dizer que somos sim diferentes, mas somos iguais. E é na luta por essa igualdade que nós nos inserimos. Igualdade na política, nos direitos, no trabalho. Para trabalho igual, salário igual. Igualdade no objeto do protagonismo da ciência, nas artes… Em tudo. É por isso que o 8 de março é uma data atual, absolutamente contextualizada com a luta pela democracia, igualdade de direitos e resistência a violência”, completa.

Deixe seu comentário