43ª CIPM/Itamaraju faz avaliação positiva dos indicadores da segurança pública

Há aproximadamente seis meses à frente do Comando da 43ª companhia Independente de Policia Militar, a Major PM Érica Cristina Evangelista Almeida, apresentou, na manhã desta terça-feira (07), os indicadores da violência e criminalidade na área responsabilidade territorial da unidade, que compreende as cidades de Itamaraju e Jucuruçu, referente ao segundo semestre de 2019, comemorando a redução e a produtividade, ao comparar os dados do semestre em questão com os do mesmo período do ano de 2018.

Os dados são provenientes do controle estatístico realizado pela Seção de Planejamento Operacional da unidade e apontam que, no período compreendido entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2019, houve avanços importantes no combate à criminalidade, nos municípios de Itamaraju e Jucuruçu. O serviço prestado diariamente apresentou a seguinte produtividade: 13.510 (treze mil e quinhentas e dez) pessoas abordadas, 85 (oitenta e cinco) prisões em flagrante e 232 (duzentas e trinta e duas) conduções para lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Tais indicadores representam um aumento de 43% (quarenta e três por cento) nas conduções para a Delegacia, em relação ao segundo semestre de 2018.

Ademais, foram abordados 5.532 (cinco mil e quinhentos e trinta e dois) veículos, dos quais 738 foram notificados e 20 recuperados, após a constatação de que estavam com restrição de furto ou roubo. Outro ponto que chamou a atenção foi a apreensão de entorpecentes, onde no segundo semestre de 2019, foram apreendidos: 1.193 gramas de “crack”, 1.363 gramas de cocaína e 10.907 gramas de maconha, totalizando 13.463 kg (treze quilos e quatrocentos e sessenta e seis gramas), o que representa um aumento de 330% (trezentos e trinta por cento), em relação ao mesmo período de 2018. Além disso, foram cumpridos 4 (quatro) mandados de prisão.

Por ASCOM

Deixe seu comentário