A angústia da família de Bruna chega ao fim: Adolescente volta pra casa

A angústia da família que esperava por notícias da adolescente de 13 anos que estava desaparecida há 24 dias chegou ao fim na terça-feira, 7 de agosto. A menor, que mora com os pais no bairro Castelinho, em Teixeira de Freitas, retornou para casa no começo da noite passada.

A professora Penha, tia da adolescente, contou que ao atender o chamado na sua casa, ficou surpresa ao ver que sua sobrinha tinha retornado e estava bem. A menina, junto aos pais, compareceu na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) na manhã desta quarta-feira, 8, onde prestaram depoimento.

Para a delegada, a menina confirmou as informações que haviam sido repassadas à família, logo após seu desaparecimento. A adolescente saiu para uma festa na Escola Irmã Dulce e, depois, seguiu para o bairro Jerusalém, onde acontecia outra festa. Por lá, a menor passou a noite e ficou com medo de voltar para casa no dia seguinte.

A partir desse dia, a menina se uniu com algumas amigas e saíram da cidade. A adolescente contou que estava em Serra, no Espírito Santo, e após saber da repercussão de seu desaparecimento, decidiu retornar. A menor também confirmou ter encontrado uma mulher no bairro Nova Teixeira, que lhe ofereceu dinheiro para pagar um mototáxi que a trouxesse até sua casa, mas, com medo de levar uma ‘correção’, recusou a ajuda.

Conforme os pais, que preferiram não se identificar, essa foi a primeira vez que a filha saiu para outro lugar sem a autorização. Ela chegou com a mesma roupa que havia saído de casa no dia 14 de julho.

A menina disse que não foi machucada e que estava bem. A Polícia Civil continua acompanhando o caso.

Informações: Sul Bahia News

Deixe seu comentário